Financiamento pela Caixa: saiba como adiar suas parcelas em 60 dias

Para quem tem financiamento pela Caixa Econômica Federal, aqui vai uma excelente notícia: o banco, junto a outras instituições financeiras, está adiando o pagamento de parcelas de imóveis em 60 dias.

Com o combate à disseminação do Coronavírus no Brasil e a pausa/desaceleração de diversas atividades profissionais, os grandes bancos têm adotado essa medida como forma de ajudar os trabalhadores a se organizarem financeiramente durante este período.

Enquanto respiram com mais alívio, os clientes, pelos próximos dois meses, poderão direcionar o foco para outras contas essenciais, como luz, água, condomínio e alimentação, sem se preocuparem com alterações na taxa de juros ou cobrança de multas.

Depois, quando a situação começar a se normalizar, as prestações voltarão a ser pagas normalmente e esses 60 dias serão adicionados ao fim do financiamento.

Quer saber como fazer a solicitação e adiar as suas parcelas pela Caixa? Então continue a leitura e confira o passo a passo que preparamos para você!

Como pausar as parcelas do financiamento pela Caixa

No financiamento pela Caixa, a prorrogação no pagamento das prestações pode ser feita tanto para contratos habitacionais de pessoas físicas quanto para pessoas jurídicas.

Mas, é claro, há algumas regras para que a solicitação seja aceita pela instituição. Veja só quais são as principais:

  • a pausa pode ser pedida apenas por quem estão em dia com as parcelas ou tem, no máximo, dois meses de atraso com a Caixa;
  • para quem possui operação de Home Equity – Crédito Imóvel Próprio, é necessário ter pelo menos 11 prestações pagas para solicitação de adiamento;
  • clientes que utilizam o FGTS para pagamento das parcelas não poderão entrar com o pedido de prorrogação.

Após a solicitação, o banco demora até 48 horas para confirmar o seu pedido e adiar o seu financiamento em dois meses.

Faça sua solicitação por aplicativo ou telefone

A Caixa tem disponibilizado três canais principais para que clientes com contratos de pessoa física possam solicitar a prorrogação sem precisarem sair de casa (com atendimento de segunda a sexta-feira, de 8h às 20h):

  • o aplicativo Habitação Caixa (que deve estar com a versão atualizada);
  • o WhatsApp (0800-726 8068);
  • e o número de Telesserviço (3004-1105 para capitais ou 0800-726 0505 para outras cidades).

Para fazer o pedido pelo aplicativo, o cliente precisa efetuar o login, acessar a aba de “Serviços” e clicar em “Solicitar Pausa Emergencial”. A partir daí é só seguir todas as orientações e aguardar a confirmação.

Já para os contratos de pessoa jurídica, o responsável deverá entrar em contato diretamente com seu gerente para entrar com o pedido de adiamento.

O congelamento também pode ser feito em outros bancos

Além da Caixa Econômica Federal, outros bancos também adotaram essa medida para auxiliarem seus clientes durante este período, como é o caso do Itaú, Santander e Bradesco.

A prorrogação de financiamentos é válida não só para imóveis, como também para carros e outras dívidas de pessoa física ou jurídica.

Sendo assim, cada banco está seguindo sua própria política de adiamento, mas todos estão orientando seus clientes a realizarem a solicitação de maneira remota, por aplicativos, sites ou telefones. Abaixo, você confere os principais canais de contato:

  • Itaú: para contratos habitacionais, basta ligar para os números 4004-7051 (capitais e regiões metropolitanas) ou 0300-789-7051 (outras cidades), de segunda a sexta, das 8h às 21h;
  • Santander: acesse o portal exclusivo criado por eles e confira quais são as instruções para a sua situação;
  • Bradesco: o banco pede que seus clientes preencham um formulário disponível no internet banking e enviem por e-mail para a agência na qual têm conta.

Dúvidas sobre como fazer o pedido de prorrogação do financiamento pela Caixa? Deixe sua pergunta nos comentários para que nós possamos ajudar você!

Deixe um comentário